quarta-feira, 25 de março de 2020

Noites perdidas


Há noites claras de silencio,
Viagens sem destino neste universo
E olhares vazios sem amor,
Há pensamentos sem sonhos
Aragens frias onde me disperso
Querendo viver e amar sem dor.

Há noites e noites perdidas,
Mãos cheias de puros cristais,
Bebedeiras de sonhos vividos.
Há coisas que não sei escrever,
Tanta solidão que não quero viver
Caminhos sem rumo esquecidos.

Há noites de sol e canções
Momentos de pura realidade,
Corridas de felicidade sem tempo
Olhares dispersos no vento.
Há dias e noites amados, vividos
Há flores que acordam os sentidos.

Leiria, 21/Março/2020
Zitocoelho

quarta-feira, 18 de março de 2020

Pai - 2020



Rebusquei lembranças no entardecer do luar.
Foram dias passados na sombra do teu olhar
E tantos medos que me fizeste vencer.

Foram sonhos e outros mundos que me ensinaste a ver,
Pinturas nas cores do tempo que aprendi a amar
E o silêncio quente da chuva que aprendi a escutar. 

Não sei porque partiste e me deste o teu lugar,
Nem porque os teus netos me fazem assim brilhar.
Só o amor nos faz viver esta vida em cada instante.

Nesta viagem vamos escrevendo a nossa história, 
E deixando marcas por cada luta e vitória.
Nesta passagem seremos uma lembrança constante.

Leiria, 19/Março/2020
Zitocoelho

domingo, 1 de março de 2020

Amor com amor



O amor chegou com alegria
Carregado de frescas flores,
Ramos de perfumes amarrados
Com fitas finas e coloridas.
Lembranças de um tempo passado
Sonhos escritos por magia.

Saudades que a madrugada acordou,
Sementes que a germinar se faziam
No calor da terra e já o Sol aqueciam,
Tecidos garridos que a vida bordou,
Pura paixão e o mais belo presente,
Suaves cores que Deus nos consente. 

Viagens que se pudesse repetia,
Dias vividos nas melhores cores.
Pensamentos de amor acordados
E olhares que sempre me oferecias.
Mil desejos de vida nunca realizados
Puro amor que com amor escrevias.

Leiria, 01/Mar/2020
Zitocoelho

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Dobras nas curvas do tempo


(casa em Sortelha)


Escrever numa dobra do tempo 
Tarefa única, livre pensamento
Segredos de muitos momentos. 
Recordações 
Dias alegres passados, presentes
Risos suaves gravados na mente
Silêncios de dor, coração dormente.
Mudança
Os ventos sopraram as cores dos dias
Tristezas passadas e também alegrias
Momentos de amor, coração contente.
Esperança
Nascente de boas e gratas lembranças,
Horas que os melhores desejos alcança
Tempo de viver, amar e sorrir livremente.

Leiria, 20 de Fevereiro de 2020
Zitocoelho


domingo, 9 de fevereiro de 2020

O sono



O sono passou por mim apressadamente.
Fiquei sem ver a força deste presente
E outros pensamentos me vestiram
Roupas usadas que não uso e recuso,
Momentos que me fazem estar ausente.
Lutas que se formam e deformam,
Uma dor surda já se vive e sente.

Implorei mais silêncio resignadamente 
E aquela paz que nos habita agora e sempre.
Se Deus partilhar comigo o dom do amor 
Serei mais forte, viverei delicadamente
Colorindo a vida com energia e aquela cor
Que nos fazem viver com simplicidade
E conservar os bens que lhe dão sabor.

Leiria, 10/Fev/2020
Zitocoelho

domingo, 8 de dezembro de 2019

David - 08/Dez/1949 a 2019

David o nosso menino 
O benjamim, o caçôila
Era gordinho e engraçado.
Não tinha jeito para as letras, 
Mas sabia dançar e dar ao pé.
Era um guerreiro, um lutador.
Homem determinado e confiante.
Tinha muita força de viver  
E outras qualidades do saber.
Os anos passaram, fez-se homem.
Foi militar em Chaves, Leiria 
E também em Moçambique.
Viu muito perto a fome e a morte
Mas voltou à terra por sorte. 
Emigrou para a Alemanha.
Casou e foi feliz com a Adélia 
As filhas Sandra e a Liliana
São o melhor de tudo o que tem,
E o Santiago o melhor neto também.
Nesta festa dos teus setenta
Pedimos a Deus que te dê saúde
Alegrias e tudo o que o amor aumenta.
Abraço de todos nós
zitocoelho - 2019/12/08

quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Parabéns Joaquim Duarte



A imagem pode conter: céu, nuvem, ponte, ar livre, água e natureza
Recordo aquele teu abraço 
E dele sinto muita saudade.
O Céu azul foi testemunha
Da nossa grande amizade.
Hoje, dia do teu aniversário, 
Revivo esses momentos
Como o melhor presente 
Que se dá, se vive e se sente
Nos mais belos pensamentos. 
Obrigado por seres amigo
Por me dares o teu carinho
Prendas que vivemos agora,
Tempo que já fez caminho,
Vida que amamos, nosso destino.
Peço a Deus que te abrace 
Que te encha de paz, saúde,
Alegrias e muitos amigos
Em anos que a vida alcance
E deles te dê virtude.

zitocoelho
24/Outubro/2019