domingo, 13 de agosto de 2017

Quando te conheci



Quando te conheci
As rosas floriram,
Os pássaros cantaram,
Novos horizontes se abriram
E nossos olhares de esperança
Só de amor e carinho sorriram.
Nossos passos ficaram ali,
Os ventos nos aconchegaram
E longe ficaram os caminhos,
As ruas e encruzilhadas,
Olhares que nunca mais vi.
Foi amor que bebemos
Nas palavras que não dissemos,
Foi o perfume das rosas
E de todas as outras flores  
Foram melodias que nos alimentaram.
Depois a vida nos torce o destino,
Tu segues na vida o teu caminho
E eu, mais triste, fico sozinho.
Agosto/2017
Luíscoelho

22 comentários:

  1. Que poesia linda e que bom te ver! ainda ONTEM UMA AMIGA, A LUCONI, PERGUNTAVA POR NOTÍCIAS TUAS! ABRAÇÃO,CHICA

    ResponderEliminar
  2. Obrigado
    Retribuo esse abração e ainda muitas saudades.
    Apareça mais vezes. Dêem-me a força que preciso.

    ResponderEliminar
  3. Maravilhoso poema! Adorei
    Beleza de foto

    Beijo e uma excelente semana

    ResponderEliminar
  4. Obrigado pela visita Cidália.
    As vossas palavras são a força que me ajuda a escrever.
    A foto foi uma das últimas que tirei na festa da Flor da Madeira este ano.

    ResponderEliminar
  5. Oi Luis,
    Linda e triste poesia
    A vida é assim, nem sempre se ganha.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  6. Obrigado Dorli. Quanta saudade de a ver por cá. Desejo que esteja bem com todos os seus.
    Volte sempre com essa amizade que nos dá felicidade.

    ResponderEliminar
  7. Respostas
    1. Obrigado Graça Pires pelo comentário. Maravilhosa amizade que também nos alimenta.

      Eliminar
  8. AH que alegria, desde que voltei a fazer postagens isto há uns cinco meses ia no teu antigo blog e não te via, tudo parado, e eu ficando cada vez mais preocupada, então escrevi para a Chica se sabia de noticias suas, ela não sabia, mas ontem me escreveu dando o endereço de tua nova casa aqui na net, que bom vim correndo, e olha aí, que poema mais belo e triste, mas antes conhecer um grande amor e não vivê-lo do que passar a vida sem amor nenhum, abraços e parabéns pela nova casa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia
      Desejo que esteja bem e que esteja de boa saúde.
      Fiquei muito feliz por ter voltado e deixado um comentário de apoio. Aqui em casa estamos bem. Andei um pouco perdido, mas está tudo a voltar ao normal.
      Espero que volte mais vezes. Beijinhos com muita saudade.

      Eliminar
  9. Quando eu te conheci,
    O Mundo eram só rosas.
    A Vida que não vivi
    Entre paisagens formosas,
    Foi ter parado por ti.


    Abraço
    SOL

    ResponderEliminar
  10. Momentos de vida que nos sopram felicidade e depois o contraste, porque tudo termina.
    Abraço com amizade.

    ResponderEliminar
  11. Respostas
    1. Obrigado Maria.
      Desejo que volte sempre enchendo a casa de simpatia e carinho.

      Eliminar
  12. Passando para desejar uma excelente semana
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  13. Caro Luis o seu "Quando te conheci" é um inspirado poema
    com suas belas imagens. Parabéns.
    Um abraço.
    Pedro

    ResponderEliminar
  14. Obrigado amigo Pedro Luso.
    Tanta alegria de o ver de regresso aqui ao meu humilde espaço.
    Bem-haja. Volte sempre.

    ResponderEliminar
  15. Meu amigo passei para saber se já se encontra recuperado e deixar um beijinho.
    Boa semana
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  16. O início das relações é (sempre) uma espécie de sonho. Criar harmonia e estabilidade para abarcar o tempo e o modo, é Amor (verdadeiro). Assim... dói.

    Abraço
    SOL

    ResponderEliminar
  17. Luís passei para saber como está e deixar um abraço.
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  18. Caminhas, o teu caminho,
    No berço da solidão.
    Chegarás ao teu destino
    Quando tiveres comunhão.



    Abraço
    SOL

    ResponderEliminar
  19. Puxa...
    : (

    Triste e parece ser muito real...

    Estamos aqui com o senhor, viu? Fica triste não.

    ResponderEliminar