segunda-feira, 5 de abril de 2021

Páscoa 2021

Páscoa silenciosa. Não se ouvem os gritos dos doentes, Dos famintos, dos que sofrem ou são diferentes. Jesus Cristo ressuscitou. N'Ele estão os nossos olhares de esperança. Senhor dá-nos Fé. Que este silêncio sirva para Te ouvir mais e melhor, E que cada dia seja uma dádiva e um presente. Que todos os homens sejam irmãos, E nesta caminhada renasça a paz, a justiça, a união E que em todos os lares nunca mais falte o amor e o pão. Leiria, 04/04/2021 zitocoelho

sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

Medo

Dizem que o medo não existe, Mas eu sinto-o colado a mim. Porque criaram este monstro Sinto-o aproximar-se lentamente. Arrepio-me numa aflição sem fim, Fico sem ar, sufoco completamente. Tremem as mãos e o coração acelera Olhamos em redor mas nada vemos, Nem sabemos se ele está dentro de nós. Vírus maldito, mata-nos sem querermos, Não respeita as leis de Deus que temos E de dor e tristeza definhamos sós. "Vá de rectro" covid,coronavirus. Vai para a terra que te criou. Vieste para assassinar a humanidade sem tiros. Vai para quem sem alma te projectou. Guerras bacteriológicas trazidas em pós E que morra de vez sem mais suspiros. Leiria,15/01/2021 Zitocoelho

domingo, 10 de janeiro de 2021

Frio

O frio hoje vestiu-se de branco, E veio tão alvo que ficou suave, Nem dava para ver como era frio. Procurei um casaco como se fosse manto E apertei-me dentro dele com um ar grave, Depois de portas fechadas olho e sorrio. Como são belos os campos e os montes Assim pintados no silêncio da noite. E os olhos correm ou voam sem descanso. Tanta formosura! Pinturas feitas sem pontes, Mas ligadas entre si em pinceladas de açoite E toda a natureza vive em paz neste recanto. Leiria,10/01/2021 Zitocoelho

segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

Teimosamente

Teimosamente procuro palavras, Palavras que me alimentem E me mostrem o melhor da vida Palavras que me desenhem e me libertem Que me provem que o amor é uma conquista E me renovem com a seiva de uma terra prometida. Teimosamente procuro sentidos Que já nem querem ser ouvidos. Direções que escondem novas rotas, Fragâncias e perfumes repetidos Buscando estrelas distantes, Oceanos de pensamentos sem respostas. Leiria, 2021/01/05 Zitocoelho

sábado, 1 de agosto de 2020

Pensamentos de madrugada.

Hoje é a minha vez de vir acordar-te
Trazer-te um beijo na ponta dos dedos
E vir colocá-lo nos teus olhos.
Quero que sintas o amor que te dou
Quero viver o carinho que levo ao teu despertar



Zitocoelho
Leiria,2020/08/01



sábado, 20 de junho de 2020

Mãe - Sonhos de menino



Procurei palavras para te desenhar
Naquela dor que pesava a toda a hora,
Sonhos vestidos nos sons das badaladas
E nos gemidos que perdidos são agora.
Procurei o aroma que trazias sorridente
Lembranças esquecidas e passadas.

Procurei em cada sombra, em cada dia
As cores claras das roupas que vestias.
O branco da paz que nos unia,
Ou o vermelho que a dor vencia,
Tanta força enfraquecida se perdia.
Desse pão que nos faltava e punia.

Procurei respostas no teu olhar 
Palavras de silêncio e pura valentia,
Estrelas distantes que aprendi a amar
Caminhos de bem fazer que o norte vão mostrar,
Constelações de amigos onde reina a harmonia
Meninos que crescem num verdadeiro despertar.

Leiria,20/Junho/2020
Zitocoelho

segunda-feira, 25 de maio de 2020

A vida vai despertando



A vida vai despertando
Em tudo quanto fazemos.
Pensamentos que não dizemos,
Olhares que nunca vemos.
Tempo sem hora para parar.

A vida vai despertando
No canto dos passarinhos,
Sorrisos que nos visitam.
Raízes sempre crescendo 
Nos amores que nidificam.

A vida vai despertando 
Nas dores que nos recordam,
Amores que por dias se trocam,
Sabores que nunca se perdem,
Lembranças que se repetem. 

A vida vai despertando
Nos dias de felicidade,
Naqueles em que a vontade
Nos faz amar de verdade
Com amor e sinceridade.

Leiria, 25 de Maio de 2020
Zitocoelho